Biografia

Primeiras pedaladas

 

Não me lembro bem, mas sei que meu avô me deu um tri-ciclo quando eu erá pequeno.

Antes também de começara competir andei muito de aro 20, tive algumas bikes e gostarva muito de usar para ir para escola e no dia a dia.

 

Primeira Mountian bike

Primeiras pelaladas em Ilhabela , com Juninho ( Tio)

Foi uma Monark Ranger em 1992, na época tinha muitas propaganda na TV e eu sonhava em ter uma, a bike tinha 5 marchas, e veja só, minha mãe comprou uma cartela de Bingo em minha escola e “deu Bingo”, e estava eu de bike nova!

Logico que em pouco tempo ele virou uma bike de 15 marchas comecei a andar para todo lado, sempre junto do meu tio o Juninho ( 5x campeão Brasileiro de DH), ele gostava de surfar então fui no embalo e passava-mos o dia nas praias da região, mas esse lance de ir para as praias de bike já era nosso costume, lembro também que minha irmã tinha uma Caloi Ceci e varias vezes usava a bike dela.

 

1993 Primeira competição

 

Antes da primeira prova, que foi em Caraguatatuba também aqui no Litoral Norte, um belo dia pela estrada de Castelhanos, conheci o Zé Mauro ( veranista) ele estava com uma Trek full, toda top, e eu e um colega alcançamos ele na subida, conversa vai conversa vem e ele me deu um quadro Caloi ATN, já erá uma bike com pinos para Cantlever ( freio antes do V-Brack) e já fiquei mais animado ainda, logo pintei o quadro e deixei no jeito.

Bom a primeira prova a gente nunca esquece, ainda mais quando agente vence, liderei a competição de ponta a ponta na Juvenil e aquele dia ficou marcado nesta época eu também vinha treinado Taekwondo mas um medico havia aconselhado eu fazer atividades de menos impacto por causa de um lesão, ganhei uma medalha de vicê-campeão Paulista na modalidade também.

No mesmo ano em Ilhabela também a Rede Globo fez um grande vento, no projeto verão, como hoje, foi o Mountain Bike Open de Verão, reuniu toda Elite, fui realmente privilegiado em competir esta prova em casa, o Juninho foi venceu aprova e eu fui o segundo na categoria estreantes, com o resultado e também desempenho na pista conseguimos ganhar confiança com o povo da cidade e na sequência o Filho do Prefeito, o Ricardo Fazzini, levou a gente para competir uma Copa Brasil em Niterói-RJ, isso tudo no final do ano.

 

Descascando camarão

 

Sou filho de pescador, e na minha casa minha mãe e meu pai sempre limparão camarão, é um trabalho artesanal, e não perdemos tempo com a temporada chegando ajudei eles e compra-mos uma bike, foi uma Alfameq, e eles fizeram um bom preço na bike, cerca de $ 700,00 com suspensão, quadro de alumínio, e daí para frente a semana erá só estudar, treinar, correr atrás de patrocínios e viajar, erá uma correria só, as vezes o jeito era ir para prova no aperto, levar a comida de casa, dormir no carro, mas era tudo aventura, não tinha tempo ruim não, um Outro tio meu, o Ivair ( mais conhecido como Pinisco), abraçou a nossa “causa” e nos levava para todo lado, Interior de São Paulo, Minas Gerias e até no no Mato Grosso fomos parar naquele primeiro ano, foi sofrido, mas os frutos também viram, Fui vicê-campeão Paulista e terceiro no Brasileiro na Junior.

 

Caloi

 

Com tudo o que rolou a Caloi, maior estrutura nacional na época, nos integrou no time, ainda lembro que eles queriam pegar um de nós dois, e lembro do Juninho dizendo a eles “ ou vai os dois ou não vai nenhum”, resultados: fiquei lá por 10 anos e o Juninho 3 anos e foi competir no DH pela Specialized.

 

Neste tempo de tudo aconteceu, com mais estrutura, também tive mais dedicação,e também pessoas em quem me espelhar, o Ravelli fazia parte do time, também o Kamon (in memoriam) e com eles aprendi muito, logo comecei a competir na Elite também mesmo sendo Junior e e ter resultados expressivos, na categoria Junior sagrei-me o primeiro campeão Pan-americano da história no Chile e também fui para Alemanha representar o Brasil no Mundial, e andei bem atletas como Cadel Evans, José Antônio Hermida estavam lá e andei próximo dos caras, sempre entre os 10 primeiros, mas não aguentei até o final, não me alimentei direito e deu um “prego”na ultima volta, mas no ano seguinte na Austrália em 1996 fui mais preparado e cheguei em 11º lugar.

 

Grandes eventos

 

Neste tempo cresci muito, competi outros mundias na Suíça, Espanha onde cheguei na 26º colocação na Sub 23, e sempre procurava competir provas na Elite, mesmo sendo mais novo, em 98 vencia Cactus Cup Brasil e e, 1999 fui campeão do Interestadual na Elite, em 2000 conquistei meu segundo título brasileiro no Cross Country, o primeiro foi em 1997, em 2001 meu primeiro ano oficialmente como Elite, fui vice-campeão Pan-americano, em 2002 venci o Iron Biker, Ciopa Internacional, Interestadual e fui vice-campeão Brasileiro, e terceiro colocado no Pan-americano.

 

Primeira medalha do Brasil nos Jogos Pan-americanos

Fotos chegada do Pan 2003 068

2003 foi um ano inesquecível, com tantas as coisas acontecendo cada vez me dediquei mais, estava bem e fiz parte da pré-seleção dos Jogos Pan-americanos e fui para Europa, fazer uma sequência de competições, Suisse Cup, Copa do Mundo, Coupe de France e outras depois fomos para Colômbia e me destaquei na provas, na Copa da França, cheguei em 7º lugar, os caras ficaram admirados e na Suiça cheguei em 5º em uma prova Classe 2 de XCP, no Pan da Colômbia fui o melhor brasileiro e garanti a vaga na seleção.

Nos jogos em Santo Domingo, tive uma disputa com o norte-americano Jeremy Bishop até a ultima volta, cheguei a 14 segundos do Ouro.

Neste mesmo ano ganhei também o Brasileiro de Maratona, que foi realizado no Rio Grande do Sul.

 

Olimpíadas de Atenas

 

O ano de 2004 começou quente, apesar do Brasil não ter uma vaga nos Jogos Olímpicos fomos com uma grande delegação para o Equador e disputar o Pan-americanos e cheguei na 4º colocação, na sequência trabalhando forte no XCO venci o Interestadual e depois o Brasileiro de Cross Country,e aos 45 do segundo tempo o Brasil recebeu uma vaga convite para estar em Atenas, e recebi a boa noticia de ultima hora que eu estava convocado, foi uma correria só, choveu entrevistas e o tempo erá curto os Jogos já tinham começado e eu tinha 10 dias para a Prova de MTB, demorou para cair a ficha mais lá estava eu alinhado e fiz uma prova de recuperação e cheguei em 33º lugar. No memso ano vaio mais um título no Brasileiro de Maratona.

Imprevistos e sequência do trabalho.

 

2005 a Caloi anunciou o fim da Equipe de MTB, foi um momento difícil, o ano já tinha começado e logo começaria o Interestadual, como já vinha treinando para temporada procurei pensar na competição mesmo tendo que correr atrás de patrocínios, e foi uma boa escolha, veio uma vitória e aquilo me animou muito, logo comecei um trabalho com a Astro/Vzan, e foi um momento novo, comecei a competir de Full e os resultados vieram, vim ganhando mais experiência e também participei do meu primeiro Mundial na Elite e fui 58 na Itália.

2006 comecei a trabalhar com Helio Souza, meu treinador e foi um ano de grande avanço na maturidade, comecei a focar menos prova e trabalhar com mais qualidade, conquistei o Bi-campeonato na Copa Internacional com ótimos resultados, viajei para Montenegro e Áustria para competir provas da UCI, pois já estava-mos contando pontos para os Jogos de Pequim, também neste ano conquistei mais uma medalha de prata nos Jogos Sul-americanos em Mar Del Plata – ARG e terminei a temporada como melhor brasileiro no Ranking internacional.

 

2007 ano de Jogos Pan-americanos no Brasil, e foi um pouco conturbado por questões de quem iria representar o Brasil, os critérios não foram bem definidos e eu estava convocado e trabalhando para competição mas de ultima hora tudo mudou e em provas da Copa do Mundo no Canadá disputei uma vaga com o Rubinho que vinha ganhando tudo na temporada e no fim ele e o Pscheidt representaram o Brasil e o Rubinho conquistou uma medalha de Prata. Graças a Deus não desanimei e continuei meu trabalho, na sequência muita coisa boa aconteceu e venci o Iron Bike 15 anos e também o Desafio Estrada Real,e fechei o ano com chave de Ouro.

 

2008 mais uma não Olímpico, e começamos viajando para Venezuela e conquistei um 4º lugar no Pan-americano , e também tivemos uma seletiva para os Jogos Olímpicos com três provas, Rubinho foi o que mais pontuo e eu fui o segundo, só tinha-mos uma vaga, tivemos um grande retorno na mídia e foi muito bom para o nosso esporte. Neste ano também fui para mais um Mundial e cheguei na 35º colocação, mais uma vez foi na Itália e o nível da prova foi altíssimo.

 

Dupla comemoração

ah_ft_1327_32[1]

 

Quando começamos a temporada de 2009, como é de costume já venho traçando os objetivos, junto do Helio e a equipe procuro fazer um plano de trabalho e o Cross Country continuou sendo a prioridade, primeiramente tive-mos o Pan de MTB no Chile, cheguei em 7º lugar, na sequência outras provas da Copa Internacional de XCO e vários eventos que costumo participar, mas o Objetivo maior seria o Brasileiro de XCO, já no mês de maio procurei diminuir o ritmo de provas e aumentar a carga de treinos e Junho trabalhei para pegar ritmo novamente, e antes Brasileiro duas provas ajudaram a afinar o trabalho, o Power Biker com 2 etapas e a 9 de Julho, foi tudo perfeito e atingi um ápice na data certa e pude comemorar mais um título nacional no dia do meu aniversário, 19 de Julho. Também neste ano fui para Austrália representar o Brasil no Mundial e cheguei em 53º e para encerrar o ano em Dezembro eu estava no Rio de Janeiro recebendo o Premio do COB de melhor atleta da modalidade em 2009.

 

Vida de atleta é cheia de desafios, 2010 acredito ser uma no de crescimento da modalidade no país e agora estamos também com um Jogos Olímpicos marcado para 2016 e nossa terra, e sei que vai contribuir muito para o crescimento do esporte e também sei que vai deixar uma marca esportiva em nossa população que tem tudo para ser uma grande potência mundial no esporte (várias modalidades).

Confira aqui também os resultados:

http://www.2pack.com.br/wordpress/wordpress/?page_id=807

 

 

Uma resposta a Biografia

  1. RONIgnony disse:

    Oi, fórum muito bom !!!!!! :)

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado Campos obrigatórios são marcados *

Você pode usar estas tags e atributos de HTML: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <strike> <strong>